segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Arte marcial! Filosofia e disciplina.

http://adaoblogado.blogspot.com/
Arte marcial! Filosofia e disciplina.: "



Nossas crianças praticam luta, o professor Gilberto trabalha disciplina, controle e concentração. O resultado não podia ser melhor! Confira!
"

PROJETO HORTA NA CRECHE

http://zilkacreche.blogspot.com/

PROJETO HORTA NA CRECHE: "


PROJETO BILIKA, A ABELHINHA.


INTRODUÇÃO:
BILIKA é uma personagem criada e vivida pela Agente Auxiliar de Creche Adriana, que encanta as crianças com suas histórias, mágicas e brincadeiras ao levá-las para visitar a horta da creche. As crianças se envolvem num clima de descontração e através de brincadeiras, aprendem muito sobre os seres vivos encontrados na horta. Também aprendem a apreciar e preservar a natureza. Bilika se preocupa com a natureza e por isso está sempre empenhada em diminuir a produção de lixo, evitando a poluição, reutilizando materiais com criatividade e imaginação. Essa visita acontece semanalmente com as turmas de Maternal e a turma do Berçário II.



JUSTIFICATIVA:
Esse projeto surge após percebemos o interesse das crianças em observar os seres encontrados na horta, como uma minhoca se movimentando, o caminho percorrido pelas formigas, uma casa de marimbondos sendo construída, etc. Nasce então a BILIKA que, com suas habilidades de criação lúdica, vai respondendo às perguntas das crianças, satisfazendo suas curiosidades, despertando-as para novos conhecimentos sobre o ser vivo em questão e incutindo-lhes o amor à natureza.


OBJETIVOS:
- Utilizar o espaço da horta para momentos de aprendizagem;
- Aproveitar o interesse das crianças para novos conhecimentos;
- Trabalhar o saber “ouvir e falar”, respeitando o outro;
- Desenvolver as várias formas de expressão;
- Estimular o prazer em ouvir histórias;
- Desenvolver a criatividade e a imaginação;
- Conscientizar sobre problemas relacionados à poluição e a produção do lixo;
- Apreciar e conhecer os seres vivos encontrados na natureza;
- Despertar o gosto pelos elementos naturais;
- Conhecer diferentes seres vivos, seus habitats e suas características;
- Trabalhar questões de tempo e espaço que ocupam os seres vivos;
- Conhecer as transformações que ocorrem na natureza;
- Acompanhar o crescimento dos vegetais;
- Valorizar a alimentação saudável.


DESENVOLVIMENTO:
Bilika leva as crianças para observarem toda a horta. Lá ela apresenta seus amiguinhos: Jura, a tartaruga; Minhokibela, a minhoca; Barbarela, a borboleta. Ao encontrarem qualquer outro elemento que tenham achado interessante, Bilika aproveita para falar obre ele. Por exemplo: a lagarta que vira borboleta. Começa então a contar uma história ou inventa uma brincadeira, ensinando-os sobre seu habitat, quais são seus hábitos, as suas características, se é útil ou nocivo, etc. As crianças ouvem, perguntam e Bilika satisfaz suas curiosidades. A seguir propõe que as crianças realizem alguma atividade ao ar livre.


RECURSOS:
Sementes, seres vivos encontrados na horta, ferramentas para o plantio, caixotes, caixas de papelão, fantoches, tintas, pincéis, músicas, garrafas pet, potes plásticos, copos descartáveis e material de sucata em geral.


ATIVIDADES:
- Bilika convida as crianças para verem suas amiguinhas trabalharem e prepararem a terra.
- Plantio de sementes;
- Decoração dos canteiros da horta;
- Irrigação dos canteiros;
- Retirada do mato e ervas daninhas dos canteiros;
- Conto de histórias com fantoches;
- Brincadeiras com cantigas de roda;
- Brinquedos cantados;
- Modelagem com massinha;
- Tatuagens de canetinha hidrocor;
- Cartaz com desenhos feitos a partir do que as crianças observaram;
- Cultivo de sementes de feijão para observação da germinação.
- Identificação das partes de um vegetal.


AVALIAÇÃO:
Com as histórias contadas pela Bilika e com as visitas à horta, as crianças desenvolvem a curiosidade de experimentar os sabores dos alimentos cultivados por elas, conhecem todo o processo de crescimento da plantinha até esta chegar ao nosso prato e aprendem sobre os benefícios que tais alimentos podem trazer para a nossa saúde.
Desfrutam do agradável contato com elementos naturais como a água, terra, etc. Experimentam texturas, aromas, formas e cores.
Expressam-se contando ou desenhando o que viram, o que vivenciaram e o que descobriram nesta nova experiência com o ambiente.


PROJETO CRIADO PELA AGENTE AUX. DE CRECHE ADRIANA E ESCRITO PELA PRFESSORA CÁTIA CRISTINA B. GOMES


"

Campanha para doação de potes de vidro para Banco de Leite Humano - 01 de agosto a 30 de setembro

http://www.psfsantamarta.com/

Campanha para doação de potes de vidro para Banco de Leite Humano - 01 de agosto a 30 de setembro: "Entregue seu vidro de café solúvel ou maionese, limpos, na maternidade mais próxima de sua casa.

AP 1.0
Hospital Maternidade Oswaldo Nazareth
Pça XV Novembro, s/nº Centro
Tel: (21) 2224-3875


AP 1.0
Hospital Maternidade Fernando Magalhães
Rua General José Cristino, nº 87 São Cristóvão
Tel: (21) 3878-1498

AP 2.1
Hospital Municipal Miguel Couto
Rua Mario Ribeiro, nº 117 Gávea
Tel: (21) 3111-3712

AP 3.2
Hospital Maternidade Carmela Dutra
Rua Aquidabã, nº 1037 Lins de Vasconcelos
Tel: (21) 3111-6763

AP 3.3
Hospital Maternidade Herculano Pinheiro
Av. Ministro Edgard Romero, nº 276 Madureira
Tel. (21) 2458-8601. Ramal 220 ou 228

AP 3.3
Hospital Maternidade Alexander Fleming
Rua Jorge Schmit, nº 331 Marechal Hermes
Tel: (21) 2458-3343

AP 4.0
Maternidade Leila Diniz
Av. Ayrton Senna, nº 2000 Barra da Tijuca
Tel: (21) 3111-4929

AP 5.1
Casa de Parto David Capistrano Filho
Av. Pontalina, s/nº Realengo
Tel: (21) 3462-5593

Participe!!! Colabore!!!

Divulgado pelo Núcleo de Publicações e Memória
Subsecretaria de Atenção Primária, Vigilância e Promoção da Saúde
Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil- PCRJ
"

Bienal do livro Rio abre credenciamento para professores, profissionais do livro e bibliotecários

http://www.oglobo.com.br/
Bienal do livro Rio abre credenciamento para professores, profissionais do livro e bibliotecários: "

RIO - Está aberto o credenciamento para professores, profissionais do livro e bibliotecários que queiram participar da Bienal do Livro Rio, que acontece entre os dias 1º e 11 de setembro no Riocentro
...

Leia mais


Assine O GLOBO e receba todo o conteúdo do jornal na sua casa

"

Polo de Educação Pelo Trabalho Telêmaco Gonçalves Maia

http://construtoresdecidadania.blogspot.com/
Polo de Educação Pelo Trabalho Telêmaco Gonçalves Maia: "

Um pouco do trabalho realizado pelo Prof. Nilton Barbosa Filho com produção
de mídias no PET (Polo de Educação Pelo Trabalho) Telêmaco Gonçalves
Maia, na Pavuna.

Lá, são desenvolvidas as oficinas de Jornal Impresso e Rádio-Escolar, numa proposta de inclusão, onde o Professor Nilton tem a sua disposição os recursos necessários para o protagonismo do aluno, que hoje já tem uma certa autonomia para produzir bons textos e operar equipamentos de novas tecnologias.



Nilton também, desenvolve trabalhos culturais de produção de textos poéticos e músicas.




Saiba mais sobre o Polo de Educação Pelo Trabalho Telêmaco Gonçalves Maia

CONTATO:

Prof. Nilton Barbosa Filho
nickrjbr@oi.com.br
"

PROJETO CONTOS QUE EU CONTO

http://zilkacreche.blogspot.com/
PROJETO CONTOS QUE EU CONTO: "
Visando criar o hábito da leitura e pensando na formação de futuros leitores, desenvolvemos o PROJETO CONTOS QUE EU CONTO em 2010 que resultou em livrinhos feitos pelas próprias crianças que passaram a fazer parte da sala de leitura para manuseio e apreciação de todas as crianças da creche.

PROJETO CONTOS QUE EU CONTO
PROFª. CÁTIA CRISTINA BRAGA GOMES


INTRODUÇÃO:
CONTOS QUE EU CONTO parte do mundo da imaginação infantil em que a criança edita seu primeiro livro com histórias criadas por elas mesmas e registradas pelas educadoras a partir de temas despertados pela própria criança.

JUSTIFICATIVA:
O Projeto parte da necessidade que a criança tem de se expressar, mostrando seus interesses e como percebe o mundo, os objetos e as pessoas que a rodeiam.

OBJETIVOS:
- Ouvir o que a criança tem a contar e estimular que os outros ouçam;
- Desenvolver a oralidade, a criatividade e a imaginação;
- Demonstrar interesse pelo que ela diz ou conta;
- Valorizar o pensamento da criança;
- Desenvolver a liberdade de criação;
- Valorizar sua ideias e pensamentos;
- Criar uma atmosfera onde a criança sinta-se segura para expressar suas idéias e pensamentos;
- Despertar o gosto e interesse pela leitura desde cedo.

DESENVOLVIMENTO:
Partindo de um bate-papo a criança é convidada a deixar sua imaginação fluir e ela começa então a contar uma história. Sua fala é registrada pela educadora que está ouvindo e ela é convidada a desenhar o que está contando. O registro escrito é feito pelas educadoras. Então cada turma confecciona o seu livro de historias, que será apresentado para as outras turmas da creche. O trabalho culmina ao final de cada mês, onde são expostos para os responsáveis em dia específico.

RECURSOS:
Bate-papo na rodinha, exploração do espaço físico da creche como a horta, livros de histórias infantis, jornais, revistas, objetos da sala, músicas, DVDs, bonecos, casinha da boneca, papéis diversos, lápis de cor, cola, etc.

ATIVIDADES:
- Contar uma história e pedir que as crianças recontem essa história.
- Propor que as crianças alterem o rumo e o final da história.
- Na hora da rodinha, conversar sobre o dia de ontem, como foi, o que fizeram e partindo daí pedir que contem o que vivenciaram criando assim uma história.
- Apresentar um tema e desenvolvê-lo, depois pedir às crianças que contem uma história a partir do tema desenvolvido.
- Perceber o interesse das crianças sobre determinado assunto e conversar sobre ele, deixando-os que se expressem livremente. Depois convidá-los a colocar tudo que estão falando num livrinho.




A LEITURA DEVE SER CULTIVADA DESDE A INFÂNCIA. (Profª. Cátia Cristina B. Gomes)

"

oportunidades para professores!

http://adaoblogado.blogspot.com/
oportunidades para professores!: "
SEJA BEM-VINDO À PÁGINA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO
s40
PROGRAMA NOTA 6
INFORMES (atualizado em 29/07/2011)
Da Coordenação:
EDITAIS DE SELEÇÃO PARA MESTRADO E DOUTORADO 2012 - Doutorado image017 formulário 2011_word Mestrado image017 formulário 2011_word
ATENÇÃO: Devido a grande quantidade de eventos programados para o segundo semestre de 2011, seu informe se encontra agora na seção agenda de eventos e eventos, podendo ser acessados na barra do menu vertical à esquerda desta página
  • Matrícula 2001-2 - Já se encontra disponível para consulta o Quadro de Horários para inscrição em disciplinas para o presente semestre letivo (ver na seção Secretaria/avisos barra do menu vertical à esquerda desta página). Os formulários de matrícula deverão ser enviados entre os dias 01 e 02 de agosto de 2011 para o endereço posgra@vm.uff.br . Se realizada presencialmente o aluno deverá imprimi-lo e entregar na Secretaria observando os horários prescritos mais abaixo.
  • Alunos ouvintes - O Programa de Pós-Graduação em Educação permite a participação de alunos ouvintes nas disciplinas eletivas e atividades abertas para não orientandos. Para se inscrever o candidato deverá apresentar no dia 02/08/2011 currículo resumido onde conste sua formação acadêmica, atividades profissionais recentes e produção intelectual. O candidato só poderá se inscrever em uma única disciplina ou atividade. É vedada a participação de ouvintes em disciplinas obrigatórias (Educação Brasileira, Epistemologia, Teoria I e II, Temas de Pesquisa). A participação é condicionada ao aceite do professor responsável pela disciplina/atividade. A participação como ouvinte não dá direito à declaração nem assegura crédito. O número máximo de ouvintes em cada disciplina/atividade é limitado a 1/3 do número de alunos regularmente inscritos nas turmas. A resposta ao pedido de participação será dada somente após a formação da turma
  • Minter/Dinter – De acordo com o EDITAL CAPES Nº 013/2011, é vedado ao Programa Promotor a oferta de MINTER/DINTER a mais de uma Instituição Receptora. Assim, o Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense informa às Instituições interessadas que enquanto estiver em vigência o atual MINTER/DINTER que desenvolve, não poderá acolher novas propostas.
  • Currículo Lattes/Coleta Capes - Solicitamos aos professores e aos alunos do Programa que mantenham atualizados os seus currículos na PLATAFORMA LATTES
Da Secretaria:
HORÁRIO DE ATENDIMENTO: de 10h às 13h e de 14 às 18h
SOLICITAÇÕES DE DOCUMENTOS
  • Os pedidos de Histórico, Certidão e Declaração deverão ser feitos através de mensagem para a Secretaria do Programa no endereço posgra@vm.uff.br contendo no seu corpo a especificação do assunto solicitado. O prazo para o atendimento da solicitação é de cinco dias úteis.

"

Mestrado!

http://adaoblogado.blogspot.com/
Mestrado!: "
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - UERJ
CENTRO DE EDUCAÇÃO E HUMANIDADES
FACULDADE DE EDUCAÇÃO DA BAIXADA FLUMINENSE
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO, CULTURA E COMUNICAÇÃO EM
PERIFERIAS URBANAS - MESTRADO ACADÊMICO
EDITAL
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO, CULTURA E
COMUNICAÇÃO EM PERIFERIAS URBANAS
TURMA 2012
MESTRADO ACADÊMICO
A Faculdade de Educação da Baixada Fluminense (FEBF) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
(UERJ) faz saber aos interessados que, no período de 18/07/2011 a 31/08/2011, estarão abertas as
inscrições para a seleção dos candidatos ao Programa de Pós-graduação em Educação, Cultura e
Comunicação, Curso de Mestrado Acadêmico, Área de Concentração: Educação, Cultura e
Comunicação em Periferias Urbanas, para turma com início no 1º semestre de 2012.
O Programa de Pós-graduação em Educação, Cultura e Comunicação, estrutura-se em torno de 02
(duas) Linhas de Pesquisa, a saber:
a) Educação, Comunicação e Cultura;
b) Educação, Escola e seus Sujeitos Sociais.
I - VAGAS E CLIENTELA:
I.1. Serão oferecidas 38 (trinta e oito) vagas para o curso de Mestrado, destinadas a portadores de
diploma de Graduação Plena (Bacharelado e Licenciatura) emitido por Curso reconhecido pelo
Conselho Nacional de Educação (CNE).
"

MOMENTO - CRIANÇA TEM CADA UMA

Semana Mundial de Amamentação 2011

http://blogdati.com/
Semana Mundial de Amamentação 2011: "

A cada ano um novo ciclo de comemorações e campanhas para o bem, pró-vida.


Há pouco publiquei sobre a segunda etapa e início da arrecadação de doações para a Campanha Criança Esperança 2011 e agora, feliz volto a escrever para reverenciar mais uma mãe adepta do aleitamento materno e da Família, a atriz Juliana Paes que, que neste ano é Madrinha da Camapanha de Amamentação Materna, uma semana comemorada com muitos eventos e grandes debates (principalmente mobilizações) em todo o mundo, com foco no direito de amamentar e sê-lo.


Juliana Paes participou do evento de Abertura da Semana Mundial de Amamentação 2011, realizado no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, neste dia 1º e claro, pelas fotos que vi, deu um show de simpatia, além de reforçar a importância da amamentação exclusiva nos primeiros 6 meses de vida do bebê e de sua continuidade até os 2 anos de idade caso a mãe possa e deseje, concomitante à inserção dos novos alimentos na rotina do bebê.




Sobre a Semana


Para quem não sabe, a Semana Mundial de Amamentação ocorre em mais de 120 países e muitos veículos de comunicação, instituições e pessoas físicas compartilham, individualmente ou em grupos específicos, as suas iniciativas e ações a fim de reforçar a importância do ato de amamentar. A campanha, no Brasil, tem o apoio e interesse da Sociedade Brasileira de Pediatria e do Ministério da Saúde, angariando novos colaboradores a cada ano.



Veja o passo a passo para uma boa amamentação


1 – Tomar sol entre 8 e 10 horas da manhã e a partir das 16 horas para preparar e fortalecer a região mamária;


2 – Não passar sabonete, sabão ou óleos porque ressecam a região e podem aparecer rachaduras;


3- Não usar hidratante na auréola e nos mamilos;


4- Usar sutiãs com a alça larga e firme para sustentar. Dê preferências para o algodão;


5- Não tomar banho com a água muito quente;


6- Não fazer compressas com a mama;


(Dicas via @crescer)



Share

"

Nova Plataforma da Educopédia!

http://rknoticia.blogspot.com/
Nova Plataforma da Educopédia!: "

Saiba como acessar a #Nova Plataforma da Educopédia!

Já está no ar a nova plataforma da Educopédia, que poderá ser acessada através do mesmo endereço: www.educopedia.com.br.
A #novaeducopedia poderá ser acessada por alunos e por professores. Todos os professores, mesmo os que já foram cadastrados anteriormente e que inclusive já criaram uma senha, deverão fazer seu primeiro acesso na #novaeducopedia da seguinte forma:

  • NÃO DEVERÁ CLICAR EM 'QUERO ME CADASTRAR'!
  • No campo login, utilizará seu e-mail xxxx@rioeduca.net.
  • No campo senha, utilizará o seu CPF.
  • No caso dos alunos, o primeiro acesso deverá ser com seu login xxxx@rioeduca.net.
  • No campo senha, os alunos utilizarão seu código do SCA (matrícula).
Ambos, professores e alunos, poderão alterar a senha inicial depois de logados pela primeira vez na plataforma.
Na #novaeducopedia, finalmente os cadernos virtuais terão funcionalidade. Haverá também a possibilidade de utilização de post-its, lembretes que facilitarão a remissão a tópicos e observações acerca das atividades das aulas, conforme cada qual decida. De tal forma, sempre que abrir a plataforma com seu login pessoal, o post-it inserido conterá o lembrete que seu usuário não quis esquecer.
Além disso, professores contarão com a possibilidade de customizarem suas aulas no próprio ambiente virtual, incluindo atividades conforme queiram.
É importante salientar que mais de 38000 professores e cerca de 500 mil alunos foram cadastrados para uso da #novaeducopedia. Tudo foi preparado com extremo cuidado para que esta tenha plena funcionalidade. No entanto, não desconsideramos a possibilidade de enfrentarmos qualquer problema nesse início de utilização.
Nesse ponto, mais uma vez sua colaboração é de suma importância, informando-nos via e-mail educopedia@rioeduca.net ou contato@rioeduca.net qualquer problema que encontrem na #novaeducopedia, esclarecendo suas dúvidas ou dando-nos sugestões.

"

Nos siga no Twitter!

http://rknoticia.blogspot.com/
Nos siga no Twitter!: "
@MultiRK

"

II FÓRUM DE INTERFACE ENTRE CULTURA E SAÚDE MENTAL

http://saudementalrj.blogspot.com/
II FÓRUM DE INTERFACE ENTRE CULTURA E SAÚDE MENTAL: "

II FÓRUM DE INTERFACE ENTRE CULTURA E SAÚDE MENTAL

11 e 12 de agosto de 2011, de 9 às 19h

IPUB/UFRJ - AUDITÓRIO LEME LOPES

Av. Venceslau Braz, 71 – fundos – 2º andar
"

Direto do Túnel do tempo - InformAdão - A história de um jornal escolar

http://programajornaleeducacao.blogspot.com/
InformAdão - A história de um jornal escolar: "A imagem do vídeo abaixo não está boa, mas o projeto que ele mostra é muito bacana, por isso, vale a pena ver a história do InformAdão, o jornal do CIEP Dr. Adão Pereira Nunes, que tem estimulado a leitura e autoria dos alunos da escola, a participação da garotada e a elevação de sua auto-estima! Parabéns a todos os educadores e educandos envolvidos em um projeto tão especial!
"

Quando a escola vira um pesadelo para os pequenos

http://primeirainfancia.org.br/
Quando a escola vira um pesadelo para os pequenos: "


O que fazer quando a criança não quer ir ao colégio? Especialistas recomendam aos pais que mantenham a calma e investiguem as razões. Observar o filho e conversar com ele pode ajudar a superar esse momento difícil.


Os pais ficam assustados quando os filhos não querem ir à escola. Alegações não faltam aos pequenos: a escola é chata, o colega pega no pé, a professora briga. Nessas horas é preciso ter a calma e investigar as razões que levam as crianças a evitar o colégio. Observação e diálogo são essenciais, dizem os especialistas.


Antoniele Soares, coordenadora pedagógica do Colégio Monteiro Lobato, explica que a criança, ao ingressar na escola, passa por um processo de adaptação no qual o papel das mães é fundamental. “Elas visitam as instalações, conhecem os professores, conversam conosco e, assim, se estabelece um vínculo de confiança. O corte do cordão umbilical costuma ser difícil. As mães, preocupadas com o bem-estar dos filhos, sentem a dor da separação”. A criança, contudo, sente-se mais tranquila se a mãe estiver bem.


Cristiano Muniz, professor-adjunto e vice-diretor da Faculdade de Educação da UnB, destaca que a escola é espaço de provocação no qual nos deparamos com situações desafiadoras. “É preciso que isso fique claro: a aprendizagem só pode ocorrer no contexto das dificuldades, quando nos colocamos na posição de resolver problemas”, declara.


O papel da escola é estimular o agir, o pensar, sem esquecer dos objetos de estudo. Se a criança se recusa a ir para a escola, é preciso apurar.


O professor diz que há meios de se descobrir as razões para as crianças negarem a escola. O diálogo é, provavelmente, o melhor deles. Perguntar ao filho como foi o dia dele pode ajudar. No caso das crianças pequenas, que não conseguem expressar verbalmente o que sentem, é preciso observar a linguagem corporal. Muitas até apresentam sintomas como febre e dores de barriga quando não se sentem bem na escola.


Ana Carolina, 37 anos, mãe de Isadora, nove, vive o problema até hoje. A criança aprende tudo, mas não convive bem com os colegas. “Eu e o pai passamos por uma separação difícil e acho que isso influencia o comportamento de Isadora até hoje”, diz a mãe.



Papel da família é essencial na adaptação


A pedagoga Antoniele Soares comenta que, de uma maneira geral, as escolas trabalham a ansiedade dos pequenos, introduzindo os rituais da vida escolar, aos poucos, na vida deles. Tudo é adaptado para as crianças. A altura dos objetos, o cardápio, os brinquedos e as atividades lúdicas.


Gradativamente, as crianças passam a controlar o seu próprio espaço, o que lhes dá a sensação de segurança suficiente para realizarem suas atividades e adquirirem autonomia. As crianças começam a ser geradoras de conhecimento.


Artes, esportes e tecnologia são outros meios de envolver os alunos. A professora de educação física Anita Souto Mayor Rondon sabe bem disso. Coordenadora do xadrez escolar, ela relata experiências bem-sucedidas entre os alunos que começam a jogar desde pequenos sob orientação. As crianças podem participar do jogo através de dramatizações, o chamado xadrez vivo, por exemplo, ou utilizar tabuleiros com peças atrativas e grandes, agradáveis de manusear.


Os animais também ajudam as crianças a estarem bem na escola. Os pequenos adoram os peixinhos, os passarinhos e os porquinhos-da-índia, por exemplo, porque são filhotes como eles.


Antoniele Soares lembra que a participação da família é fundamental no processo de adaptação. Os pais podem ajudar os filhos a desenvolverem autonomia, dando a eles opções de conduta, de maneira que assumam responsabilidade por suas ações, dentro das regras impostas. A escola pode dar orientações nesse sentido. O importante é que as regras estejam ao alcance das crianças.


Em alguns casos, acompanhamento psicológico pode ser interessante. Como lembra o pesquisador Muniz, a educação busca o desenvolvimento integral do ser humano e de sua crença na capacidade de produzir conhecimento. Os conteúdos e currículos são apenas meios de se alcançar este objetivo maior.



Causas do problema


Várias podem ser as causas da recusa. Podem estar relacionadas ao fato de a mãe estimular a dependência dos filhos para se sentir relevante. Sem autonomia, a criança dependerá da proteção dos colegas para fazer tudo. Quando eles deixam de assumir esse papel, a criança diz que não gosta mais da escola, pois não tem amigos lá.


Outra situação é a da criança que se acha despreparada para vencer os desafios. Como se acha incapaz de superar as dificuldades, o aluno busca refúgio em casa, sob a proteção materna. “Crianças portadoras da síndrome de Down costumam ter esse tipo de comportamento”, aponta o professor Muniz. Por não darem conta de uma atividade, essas crianças se alheiam, mental e espiritualmente, do meio social. A criança precisa acreditar em si mesma para construir o seu espaço no mundo.


Uma terceira situação seria a de crianças que não se ajustam aos métodos de ensino de certas escolas, por características pessoais e/ou por serem críticas do sistema de ensino.



Fonte: Erika Suzuki (O Jornal da Comunidade/DF)

"

Começa em todo o país a Semana Mundial da Amamentação

http://primeirainfancia.org.br/
Começa em todo o país a Semana Mundial da Amamentação: "


Dando continuidade ao trabalho que vem sendo realizado pelo governo federal com foco na saúde da mulher e nas crianças menores de seis anos, foi lançada nesta segunda-feira (1/8) a Semana Mundial da Amamentação. A campanha, que acontece até o próximo domingo, busca o apoio e incentivo da sociedade, empregadores e formadores de opinião para que as mães brasileiras amamentem seus filhos até os dois anos de idade, seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS). O ideal é que 90% a 100% das crianças menores de seis meses sejam amamentadas exclusivamente pelo leite materno; porém, no Brasil, essa taxa ainda é de 41%.


O Brasil assumiu, ainda, junto a OMS, metas arrojadas como a redução da mortalidade infantil em dois terços para menores de cinco anos. O período para essa redução é até 2015, porém, segundo o Ministério da Saúde, o país estaria bem perto de atingir essa meta já em 2012, antecipando o prazo final estipulado em três anos.



O aleitamento materno é peça chave para o alcance dessas metas, pois funciona para o bebê como uma vacina natural, protegendo-o de diarreia, infecções respiratórias e alergias, além de ser um alimento de mais fácil digestão. Para a mulher, ajuda na perda de peso após o parto, reduz o risco de diabetes, câncer de mama e ovário, e ainda auxilia o útero a recuperar o seu tamanho normal, diminuindo o risco de hemorragias e anemia.


Presidenta Dilma Rousseff durante o lançamento do Programa Rede Cegonha, em Belo Horizonte. Foto: Roberto Stuckert Filho / Arquivo/PR


Para orientar e apoiar sobre a amamentação e elevar a qualidade da saúde da mulher e do bebê foram lançados diversos programas e ações como: o Guia dos Direitos da Gestante, que capacita multiplicadores para orientar suas comunidades sobre os direitos da mãe e a amamentação; a Rede Amamentação Brasil, presente em mais de mil Unidades Básicas da Saúde; a Iniciativa Hospital Amigo, com cerca de 377 hospitais credenciados; o Método Canguru, que promove o contato entre a pele da mãe e do bebê; o Apoio à Mulher Trabalhadora que Amamenta, que sensibiliza empregadores a apoiar a amamentação da mulher trabalhadora com salas para amamentação, adesão da licença maternidade de seis meses, entre outros; e o Rede Cegonha, que oferece assistência à mulher e ao bebê no período da gravidez e após o nascimento da criança.


O Rede Cegonha, ligado ao Sistema Único de Saúde, foi lançado pela presidenta Dilma Rousseff em 28 de março de 2011, com um investimento de R$ 9 bilhões até 2014. O programa tem como foco principal a saúde da mulher e do bebê e busca oferecer todos os cuidados necessários a uma gestação saudável e ao crescimento adequado do bebê, desde o pré-natal até o segundo ano da criança. Dentre as principais ações do Rede Cegonha estão incluídas a promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno.



Fonte: Blog do Planalto

"

Fundação Planetário concede gratuidade para maiores de 60 anos

http://rioeducaideias.blogspot.com/

Fundação Planetário concede gratuidade para maiores de 60 anos: " Foto ao lado: Planetário de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.





A Fundação Planetário vai garantir a gratuidade para pessoas maiores de 60 anos nos Planetários da Gávea e de Santa Cruz a partir de 1 de agosto. A iniciativa, fruto de uma parceria com a Secretaria Especial de Envelhecimento Saudável e Qualidade de Vida, tem como objetivo facilitar o acesso de idosos a programas que integrem cultura e lazer.




Por conta dessa iniciativa, os idosos vão poder conhecer os 56 experimentos do Museu do Universo, no Planetário da Gávea, que explicam uma série de conceitos astronômicos a partir da interação do público. Já as Sessões de Cúpula se caracterizam por ser uma excelente opção de programa para fazer junto com os netos nos fins de semana.




Os maiores de 60 anos também têm gratuidade garantida no Planetário de Santa Cruz. Todos os sábados, o espaço abre as portas para visitação a exposição “O Sistema Solar”, composta de 13 painéis que explicam sobre as características de planetas, estrelas, asteroides e cometas que orbitam o Sol. Nas Sessões de Cúpula, os vovôs têm a sensação de estarem imersos no espaço sideral graças à tecnologia de projeção 100% digital, a mais moderna da América Latina.




O Planetário da Gávea fica na Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea, Rio de Janeiro e está aberto a visitação de terça a sexta, de 9h às 17h, e sábados, domingos e feriados, de 15h às 18h. Já o Planetário de Santa Cruz fica na Cidade das Crianças, Km 1 da Rodovia Rio-Santos, Santa Cruz pode ser visitado aos sábados, de 13h às 15h. Informações no site www.planetariodorio.com.br.




Visite o Planetário. É cultura. É ciência. É do Rio


"

Convite bolsinha

http://jacirinha.blogspot.com/
Olha que lindo!!!

Convite bolsinha: "


Oi amiguinhas lindas!!!

O convite bolsinha é muito fofo, e você pode usar para muitas ocasiões.

Feito com papel para scrap, fita de cetin, pedrinha de coração, alças com miçangas e arame fino para deixá-las durinha. Você pode usar eva, papel, o que vc desejar e deixar sua bolsinha com sua cara.


beijiiiinhos....
"